Apresentação

Abriu em junho de 2018, na mais emblemática zona da cidade do Porto no que concerne às artes, uma loja com a principal vocação de divulgar o trabalho de criadores locais independentes. Os seus mentores, um casal de criativos, abriram este espaço agradável, de interação entre aquilo de que gostam e o gosto de outras pessoas que apreciam qualidade, design, simplicidade e criatividade. A grande aposta da loja é a ilustração, mas também encontramos peças de cerâmica feitas à mão e objetos insólitos para decoração.

Contactos
  • +351 917 448 064
  • info@olabreiner.com
Localização
Encerrado
Hora de abertura hoje: 10:00 - 12:30, 14:00 - 18:30
  • Segunda feira

    10:00 - 12:3014:00 - 18:30

  • Terça Feira

    10:00 - 12:3014:00 - 18:30

  • Quarta Feira

    10:00 - 12:3014:00 - 18:30

  • Quinta Feira

    10:00 - 12:3014:00 - 18:30

  • Sexta Feira

    10:00 - 12:3014:00 - 18:30

  • Sábado

    11:00 - 17:00

  • Domingo

    N/A

  • 2024-05-29 03:36 local time

CHECK IN NECESSÁRIO
Para conhecer a história e curiosidades desta loja faça check-in na respetiva montra.
Para ouvir
Características únicas

Mal se entra na Olá Breiner, sente-se que se entrou num canto da casa. O local é aromático, acolhedor e a madeira, elemento forte da decoração, dá-lhe um aspeto natural, provocando uma sensação de aconchego. Quem entra, pode encontrar objetos para casa ou peças mais pessoais que tornam os dias agradáveis e práticos. Além das duas marcas próprias - a “100% Portugal” e a Mum Who Loves to Sew, na Olá Breiner as  marcas são de artistas locais e primam pela sustentabilidade, pela qualidade pelo preço acessível.

Sílvia e Raúl Pina acreditam que a sua oferta se diferencia no mercado pela autenticidade do produto, colocando o criativo e o cliente numa atitude corresponsável e consciente. Estão certos de que tudo isso pode ser feito de uma forma muito bonita e, claro, muito criativa, em perfeita harmonia com a nossa casa comum: o planeta onde vivemos.

História ou curiosidade

Os proprietários recordam um casal alemão que pediu recomendações de restaurantes para comer um bom peixe. Como adoram caminhar e acharam que eles seriam do mesmo clube, sugeriram que fossem a pé pela marginal até Matosinhos, de forma a verem o pôr do sol por baixo da ponte da Arrábida, chegando ao restaurante à hora de jantar. No dia seguinte foram despedir-se de Sílvia e Raúl e fizeram várias compras na loja, tendo agradecido por um dos melhores dias de férias das suas vidas. Passadas duas semanas, a esposa voltou à Olá Breiner com as 3 filhas e contou que tinham vindo ao Porto escolher uma casa de férias para poderem desfrutar mais vezes da cidade. Compraram a casa, adquiriram na Olá Breiner muitas peças para a decorar e ainda visitam a loja de quando em quando.

Integração com a Comunidade local

O Bairro das Artes - como é conhecida a zona onde se insere a Olá Breiner -– é conhecido pela sua proatividade na criação de iniciativas colaborativas e a loja tem participado ativamente em todas elas. Já tiveram um blog de divulgação do comércio do bairro e chegaram a participar numa tentativa de criação de um mapa do Bairro, em papel, que pudesse ser distribuído nas lojas e nas galerias. Trabalham e vivem naquela zona há mais de 15 anos!

Elementos a expor

No âmbito do Comércio Fora do Sítio, a Olá Breiner faz parelha com a Casa Januário e cede ilustrações originais alusivas à cidade do Porto. Também desafiaram os seus criativos a desenvolver peças e trabalhos especificamente relacionados com o café, apresentando desenhos exclusivos e trabalhos antigos, ainda inéditos.

Conceito da montra

“Um brinde ao Porto com café.”

A partir do café, produto icónico comercializado pela “Casa Januário”, desenvolveu-se na montra da "Olá Breiner" uma narrativa em torno do processo de produção: da planta ao grão, passando pelo processo de torrefação, moagem e, finalmente, ao consumo da tão apreciada bebida. A “Olá Breiner” e a “Casa Januário” são duas lojas em parceria no âmbito do “Comércio Fora do Sítio”, trocando entre si produto e espólio.

Montra desenvolvida Marta Pinheiro